Gerenciando Riscos em saúde através do FMEA

O Failure Mode and Effect Analysis (FMEA) é um método sistemático para identificar e prevenir riscos nos processos (e muitas vezes também usado para projetos) antes que eles aconteçam (evoluam, por exemplo, para um evento adverso com ou sem dano). Em outras palavras, trata-se de uma avaliação de riscos “prospectiva” a fim de melhorar as etapas do processo de gerenciamento de risco e resultados.

Esta abordagem sistemática permite identificar as vulnerabilidades do serviço, sendo uma ferramenta fundamental para:

  • Prevenir incidentes e eventos adversos;
  • Reduzir riscos em atividades ou procedimentos diversos;
  • Promover a Segurança do Paciente e o Cuidado Centrado no Paciente;
  • Melhorar a qualidade do sistema de saúde.

 

Estes benefícios, em geral, ocorrem por conta da FMEA seguir sistematicamente estas etapas:

  1. Definição do tema (de forma clara, contemplando todo o processo a ser estudado);
  2. Organização do time de implementação da ferramenta (em caráter multidisciplinar);
  3. Descrição gráfica do processo;
  4. Condução de análises (definir prioridades pelo nível de gravidade/incidência dos riscos e encontrar as causas);
  5. Identificar ações e medir resultados (descrever uma solução para cada modo de falha e monitorar a efetividade destas medidas);

 

 

 

 

Confira também: 7 Conceitos de Gerenciamento de Riscos que o profissional de saúde precisa saber

 

A efetividade do mecanismo FMEA se dá por conta da:

  • Tolerância à falhas;
  • Não exigência de experiências ruins dos profissionais envolvidos;
  • Condução a uma postura pró-ativa dos profissionais e instituição;
  • Investigação das informações disponíveis;
  • Definição dos riscos prioritários;
  • Identificação das falhas que incidem em riscos;
  • Identificação dos possíveis efeitos após as falhas;
  • Transformação/atualização/aprimoramento das práticas institucionais visando reduzir estes riscos;
  • Teste e implementação destas mudanças;
  • Monitoramento e avaliação da efetividade destas mudanças.

 

Conheça mais sobre o FMEA e realize uma atividade prática guiada no curso de “Gerenciamento de Riscos e Implantação do Núcleo de Segurança do Paciente”, que ocorrerá nos dias 03 e 04 de setembro em São Paulo/SP. Inscrições pelo site:

http://www.ibes.med.br/cursos/gerenciamento-de-riscos-e-implantacao-do-nucleo-de-seguranca-do-paciente-sao-paulo-sp/


No vídeo, Aléxia Costa comenta em detalhes porque o gerenciamento de riscos não tem dado certo na sua empresa:

 

 

Referência:

National Center for Patient Safety. The Basics of Healthcare Failure Mode and Effect Analysis.



Deixe uma resposta