Por que o gerenciamento de projetos é importante na saúde pública?

Por que o gerenciamento de projetos é importante na saúde pública?

O mundo deu passos enormes e sem precedentes na saúde das populações humanas nos últimos 50 anos.
Vários tipos de intervenções de saúde pública foram desenvolvidas, como:

  • Fornecimento de produtos padronizados para uma população (imunizações, medicamentos, …)
  • Prestação de serviços clínicos em diferentes complexidades (atenção primária, secundária, terciária à saúde, … )
  • Promoção da mudança comportamental (estratégias para prevenir agravos e reduzir a transmissão de doenças)
  • Abordagem de questões ambientais (medidas de controle da qualidade do ar e água).

Reconhecendo a importância de identificar o melhor custo-benefício das intervenções, verifica-se a necessidade em se avaliar a evidência de valor agregado das ações, a fim de serem revisadas e descontinuadas se forem consideradas ineficazes.

A saúde pública se preocupa em avaliar e monitorar a saúde das comunidades e populações vulneráveis, desenvolver políticas públicas para lidar com os problemas identificados e a alocação estratégica de recursos.

Isso contribui para que todos recebam cuidados adequados com o menor custo, incluindo serviços de promoção da saúde e prevenção de doenças (OMS, 2014). A qualidade é fundamental neste contexto, pois muitos projetos estão preocupados com a sobrevivência, o governo é frequentemente uma parte interessada, e o financiamento público é fundamental.

Leia também: Eu, profissional de saúde, preciso saber como gerenciar projetos?

A mudança organizacional não é incomum ao se tentar integrar um sistema de saúde. No entanto, qualquer mudança ou iniciativa que envolva integrações deve ter um conjunto de objetivos que satisfazem uma variedade de partes interessadas.

De acordo com o Project Management Institute (PMI), um projeto é um esforço temporário empreendido para produzir um produto, serviço ou resultado original. O termo “gestão de projeto” refere-se ao processo de aplicação de conhecimento, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do projeto, a fim de atender aos requisitos do projeto.

Gerenciamento de Projetos, que é usado em todas as disciplinas, é o planejamento sistemático, organização e, em seguida, a execução de um conjunto predeterminado de etapas para maximizar a utilização de recursos e cumprir objetivos específicos.

A gestão de projetos tem ganhado destaque como uma habilidade crítica de negócios em nosso tempo, devido à sua capacidade de ajudar a controlar custos, mitigar riscos e melhorar os resultados, mas infelizmente isso ainda é pouco frequente no setor público.

O gerenciamento de projetos ganhou destaque como uma habilidade de negócios na era moderna. À medida que os cuidados de saúde continuam a evoluir em resposta às crescentes pressões de custo e qualidade, a importância do gerenciamento de projetos torna-se cada vez mais evidente.

Entender e aplicar os princípios de gerenciamento de projetos pode melhorar significativamente os resultados em uma variedade de ambientes de prestação de cuidados de saúde.

Ao longo das últimas décadas, a gestão da saúde e a saúde pública cresceram significativamente. Assim, para melhorar os serviços de saúde pública e melhorar seu desempenho, vários projetos de saúde devem ser redefinidos.

A literatura sobre os critérios e fatores que contribuem para o sucesso do projeto é relativamente extensa e generalista. No entanto, os fatores críticos de sucesso variam de acordo com as características do projeto.

Se você deseja se aprofundar neste assunto, conheça o Masterlabs, a formação mais completa para você se tornar um Expert em Gerenciamento de Projetos Aplicado à Saúde, clique aqui e confira os detalhes.

Fonte da imagem: Freepik

Fonte: Razan Abyad. The Role of Project Management in Public health. World Family Medicine. 2021; 19(5): 87-96 DOI: 10.5742/MEWFM.2021.94054



Deixe uma resposta