Os 9 benefícios da acreditação para as instituições de saúde

beneficios - acreditação A Acreditação é um processo que visa a certificação da qualidade de uma instituição de saúde, de acordo com padrões e requisitos definidos pela metodologia do Sistema Brasileiro de Acreditação (ONA).

O processo de acreditação assegura que as práticas de qualidade, gestão e assistência à saúde são aceitáveis.

Acompanhando nossos clientes, 9 benefícios ligados a acreditação foram percebidos por nós, e por isso, listamos cada um deles para entender na prática a importância do processo de acreditação. Confira!

  1. Melhoria contínua: Como já citamos este é um processo que visa a melhoria contínua da Segurança do paciente e dos resultados assistenciais.
  2. Diminuição de retrabalho e redução de custos: Seguir corretamente a metodologia da ONA permite que a instituição diminua erros que aumentam gastos e retrabalho.
  3. Integração entre os setores e processos: Toda instituição é um sistema formado por várias partes. A Acreditação faz com que todos os setores trabalhem em conjunto tendo o mesmo objetivo.
  4. Controle dos processos e compromisso com o resultado: Instala-se uma visão geral do processo permitindo maior controle e organização dos resultados.
  5. Visibilidade no mercado: A instituição passa a ser reconhecida pela sua excelência em qualidade.
  6. Identificação de riscos e oportunidades: Permite corrigir os erros antes que eles aconteçam e aproveitar as oportunidades antes dos seus concorrentes.
  7. Diferencial competitivo: Saia na frente da concorrência provando sua qualidade em saúde.
  8. Credibilidade: Você ganhará credibilidade de médicos e pacientes.
  9. Oportunidade de reajuste de tabela: Reajuste de IPCA de 105%, 100% ou 85% dependendo dos resultados do Fator de Qualidade¹

Quer saber mais sobre acreditação? Contate o IBES pelo e-mail atendimento@ibes.med.br, pelo site ou pelo telefone (11) 3675-5180

 

¹O Fator de Qualidade faz parte de um novo modelo de remuneração implantado para hospitais e profissionais da área médica que atendem a saúde suplementar e foi estabelecido pela Lei nº 13.003/2014 e regulamentado pela Instrução Normativa nº 61/2015. Saiba mais

 

Leia também

Resolução da ANS estabelece critérios quando houver divergência clínica entre operadora e profissionais de saúde

Projeto do Ministério da Saúde pretende capacitar profissionais em hospitais públicos

Lotes de Paracetamol e Amoxil são suspensos pela Anvisa