“Burnout” e o impacto na Segurança do Paciente

Profissional de saúde…você apresenta algum desses sintomas?

  • Exaustão emocional
  • Fadiga
  • Sente-se insuficiente e/ou não-efetivo no trabalho
  • Desânimo

 

QUERO ME INSCREVER NO II FÓRUM DE PRÁTICAS DE EXCELÊNCIA EM SEGURANÇA DO PACIENTE E II ENCONTRO DA GERAÇÃO DE EXCELÊNCIA

 

Então fique atento e não ignore os sintomas. Você pode estar sofrendo a síndrome de Burnout: exaustão emocional que impede o profissional de realizar suas atividades e demandas. O número de pessoas que têm a síndrome aumentou nos últimos anos por conta de:

  • Pressão no trabalho
  • Falta de controle sobre os processos de trabalho
  • Conflito com o seu papel na instituição
  • Relações pobres e superficiais entre os colegas de equipe e o líder  

 

Informe-se mais em: Burn out: número de suicídios cometidos por médicos é até 5 vezes maior do que da população geral

 

No setor de saúde não é diferente e estima-se que o burnout afete entre 10 – 70% dos enfermeiros, assim como 30 – 50% dos profissionais de saúde em geral. Essa condição afeta a rotina de trabalho do colaborador e gera:

  • Pior relacionamento com o paciente – perda da comunicação
  • Maior probabilidade de cometer novos erros
  • Menos motivação e energia para fazer seu trabalho
  • Foco apenas no imprescindível para o cuidado, ignorando o panorama
  • Atenção e memória prejudicadas
  • Vigilância e função cognitiva reduzidas
  • Atitudes negativas e não profissionais em contato com o paciente

Essas constatações demonstram uma relação direta entre um profissional com burnout e os resultados relativos à segurança do paciente. Apenas é possível atingir o famoso “Triple Aim” (melhorar a experiência de cuidado do paciente, melhorar a saúde da população e reduzir os custos) com profissionais satisfeitos.

Assim, é possível que a instituição tome essas medidas para prevenção ou tratamento do burnout:

  • Nomear um líder que propague o bem-estar entre a equipe
  • Melhorar a comunicação interna
  • Indicar o acompanhamento de um coach (tutor)
  • Disponibilizar tempo e recursos para o colaborador se recuperar

 

Quer se aprofundar sobre o tema cuidado centrado paciente? Então participe do II Fórum Práticas de Excelência para a  Segurança do Paciente, nos dias 20 e 21 de julho em São Paulo!

Vagas limitadas: www.foruminternacionalibes.com.br

 

Confira o Canal de Excelência em Saúde!

No vídeo de hoje, Aléxia Costa aborda detalhes deste importante documento e qual a sua utilidade nas instituições de saúde. Acompanhe e compartilhe com seus amigos.

 

Não perca a oportunidade de escutar especialistas da saúde no Curso Mapeamento e Gerenciamento de Processos, em São Paulo.
Inscreva-se já!

 

Artigo traduzido e resumido do original Burnout Among Health Professionals and Its Effect on Patient Safety publicado pela Patient Safety Network em 2016