As 04 Pesquisas que medem a experiência do paciente mais usadas no mundo

As 04 Pesquisas que medem a experiência do paciente mais usadas no mundo

Devido à utilização de vários questionários diferentes, a comparabilidade dos resultados entre países é difícil

Em todo o mundo, os instrumentos que medem a experiência do paciente mais utilizados nos últimos 20 anos são o Picker Patient Experience Questionnaire (PPE), a Hospital Consumer Assessment of Healthcare Providers and Systems (HCAHPS) dos EUA, o National Health Service In Patient Survey (NHSIP) do Reino Unido e o Patient Experience Questionnaire (PEQ) (inicialmente utilizado na Noruega). Nos países escandinavos, a satisfação do paciente é medida adicionalmente com uma variedade de questionários adaptados aos aspectos de saúde específicos do país.

 

Leia mais: Experiência do paciente

 

 

Picker Patient Experience Questionnaire (PPE)

A primeira avaliação sistemática da experiência do paciente foi desenvolvida e tem sido difundida nos EUA desde 1987 e, desde 1998, também na Europa. O instrumento original continha 40 itens baseados em uma revisão sistemática da literatura, consultas com especialistas, realização de grupos focais de pacientes e entrevistas aprofundadas que questionavam as experiências de saúde dos pacientes. O atual Picker Adult In Patient Survey (PPE-15), em uso desde 2002, é uma versão revisada e abreviada do questionário PPE original. Agora contém 15 itens dos 40 originais, questionando questões que vão desde informação e educação até continuidade e transição dos cuidados de saúde. O questionário destina-se a definir aspectos problemáticos da internação hospitalar dos pacientes que os pacientes acreditam que poderiam ser melhorados. Os itens são agrupados em oito dimensões que emergiram como as questões mais salientes na experiência de cuidados hospitalares dos pacientes.

 

Patient Experience Questionnaire (PEQ)

O PEQ foi introduzido como um novo questionário específico para consultas sobre experiências de pacientes na Noruega em 2000. Foi desenvolvido para melhorar a qualidade dos cuidados, com foco especial na relação médico-paciente em ambiente hospitalar e para fins de vigilância nacional. O inquérito original inclui 18 itens que questionam cinco dimensões que medem a satisfação dos pacientes durante a sua estadia em instituições médicas. Iniciada em 2005, uma versão modificada do PEQ foi desenvolvida na Alemanha em cooperação com dois grandes seguros de saúde estatutários nacionais e tem sido utilizada para a medição de experiência do paciente lá regularmente desde novembro de 2011.

Desde o lançamento do PEQ original, este questionário tem sido utilizado principalmente nos países escandinavos como modelo para desenvolver questionários mais específicos para determinados grupos de pacientes ou questões de saúde.

 

 

 

National Health Service In Patient Survey (NHSIP)

Em 2001, o Reino Unido implementou a medição sistemática da experiência do paciente como uma parte essencial do seu sistema de saúde (o Serviço Nacional de Saúde, NHS, com o objetivo de tornar o NHS mais centrado no paciente e responsivo ao feedback do paciente A experiência do paciente com tratamento hospitalar foi medida com a pesquisa de pacientes internados do NHS (NHSIP) desde 2002. Este instrumento foi derivado do Picker Adult In Patient Survey e adaptado para uso no NHS com base nos resultados de medidas de pesquisa qualitativa (grupos focais e entrevistas cognitivas com pacientes) conduzidas pelo Picker Institute Europe. A pesquisa com pacientes internados é complementada por pesquisas focadas em uma variedade de serviços e grupos de pacientes, incluindo, por exemplo, as experiências de crianças e adolescentes ou de pacientes em atendimento de urgência e emergência.

O atual NHSIP consiste em oito dimensões com 49 questões e é implementado a nível nacional através da administração postal. Em contraste com outros inquéritos a pacientes internados, as perguntas do NHSIP são revistas e potencialmente revistas todos os anos para garantir a sua importância contínua para os pacientes e, portanto, para o NHS.

 

Hospital Consumer Assessment of Healthcare Providers and Systems (HCAHPS)

A pesquisa HCAHPS é a primeira pesquisa nacional, padronizada e divulgada publicamente sobre as perspectivas dos pacientes sobre cuidados hospitalares nos EUA. Foi desenvolvida pela Agência de Pesquisa e Qualidade em Saúde e pelos Centros de Serviços Medicare e Medicaid (CMS) em 2002, em um processo que envolveu revisões de literatura, entrevistas cognitivas, grupos focais de consumidores e contribuições das partes interessadas. O HCAHPS foi lançado em 2006 de forma voluntária, e a vinculação ao pagamento hospitalar foi seguida no ano fiscal de 2008. Atualmente contém 29 itens e 10 dimensões.

Originalmente projetados para melhorar os serviços hospitalares e a qualidade do atendimento, os resultados do HCAHPS foram incluídos no programa Hospital Value-based Purchasing (VBP) desde 2012, que recompensa os hospitais de cuidados intensivos com pagamentos de incentivos pela qualidade dos cuidados prestados em ambientes hospitalares.

 

Fonte da imagem: Envato

Fonte: Friedel, A.L.; Siegel, S.; Kirstein, C.F.; Gerigk, M.; Bingel, U.; Diehl, A.; Steidle, O.; Haupeltshofer, S.; Andermahr, B.; Chmielewski, W.; et al. Measuring Patient Experience and Patient Satisfaction—How Are We Doing It and Why Does It Matter? A Comparison of European and U.S. American Approaches. Healthcare 2023, 11, 797

 



Deixe um comentário