3 Situações em que o uso de checklists não é apropriado na saúde

Na correria do dia a dia é difícil lembrar de detalhes. É por essa razão que existem as listas de verificação, ou checklists: um algoritmo que lista as ações (passo a passo) que devem ser seguidas no atendimento assistencial. A função desta medida é garantir que nenhuma etapa seja esquecida.

Ao padronizar a lista de passos a serem seguidos, e garantir que todos eles sejam aplicados a todos os pacientes, as checklists são capazes de reduzir o risco de erros.

Para que se tenha sucesso, o algoritmo adotado necessita:

  1. Direcionamento apropriado da intervenção, utilizando uma estratégia cuidadosa para implementação
  2. Profissionais na linha de frente dispostos não apenas a mudar sua abordagem, mas engajar-se em culturas de mudança para melhorar a segurança
  3. Um trabalho preparatório intensivo para maximizar a cultura de segurança na unidade
  4. Engajamento da liderança para expandir e enfatizar a importância das checklists
  5. Uma análise rigorosa de dados para avaliar o uso dos checklists e os resultados clínicos associados a eles
  6. Consenso acerca dos comportamentos de segurança exigidos

 

Leia também: Brasil é o novo integrante da equipe internacional de emergência em saúde da OMS

 

Embora seus benefícios ao caminhar em direção ao movimento de segurança do paciente, é preciso cuidado ao utilizar essa ferramenta. As checklists não são recomendados em 3 situações:

  1. Para corrigir erros clínicos primários de comportamento (como erros de diagnóstico ou financeiros)
  2. Em áreas onde o “padrão ouro” de práticas de segurança ainda não foi determinado
  3. Se o planejamento e o monitoramento ainda forem falhos

Para a eficiência das checklists no cotidiano, é necessário um sistema de saúde eficiente: com profissionais bem treinados, métricas precisas e instituições dispostas a garantir ambas as tarefas.

A checklist é uma ferramenta poderosa para desenvolver o crescimento do sistema de saúde como um todo: garantindo atendimentos completos e seguros.

Fique por dentro de outras ferramentas para melhorar a segurança em saúde participando do II Fórum Práticas de Excelência para a  Segurança do Paciente, nos dias 20 e 21 de julho em São Paulo!

As vagas são limitadas e as inscrições são feitas em: www.foruminternacionalibes.com.br

Confira no Canal de Excelência em Saúde!

Neste epipódio Aléxia Costa comenta o artigo em que os autores investigaram a percepção dos profissionais de saúde e o impacto do uso de check list cirúrgico em um hospital.

 

Participe do próximo Mapeamento e Gerenciamento de Processos

Inscreva-se já!

 

Artigo traduzido e resumido do original Checklists

publicado pela Patient Safety Network em 2017

 



1 comentário

  • Só desejo dizer que seu artigo é como incrível.
    O clareza para seu publicar é só legal e eu pode acho que você está
    conhecedor neste assunto. Bem junto com seu permissão deixe que eu
    apoderar-se de seu feed RSS para manter atualizado com próxima postar.
    Obrigado 1 milhão e por favor continuar o agradável trabalho.

Deixe um comentário