Saiba tudo o que aconteceu no XXVIII Curso de Formação de Avaliadores IBES

O XXVIII Curso de Formação de Avaliadores IBES ocorreu entre os dias 2 e 3 de agosto com palestras explicativas sobre o Manual ONA 2018 e as principais práticas de saúde que garantem a Segurança do Paciente.

No primeiro dia, o evento foi ministrado pela Diretora de Planejamento e Controle do IBES, Vivian Giudice, a qual iniciou seu discurso contando: “Eu espero que os participantes saiam daqui estimulados a aprofundar seu aprendizado, entendendo as técnicas de avaliação e preparados para o início de carreira como avaliador”.

Objetivo que foi atingido, como elogiou a gerente de qualidade, Milainy Ribeiro: “Os cursos do IBES tem enorme caráter educativo” e continuou: “É muito importante ter uma visão externa para perceber pontos de melhoria na instituição”. Milainy já recomendou o curso para vários colegas e busca, após o curso, aumentar o nível de Acreditação da instituição em que atua.

O administrador hospitalar, Roberto Rocha, não apenas concordou com a opinião da gerente, mas acrescentou: “É um curso amarrado a realidade, muitas ideias têm aplicação prática no dia a dia”. Esse é exatamente o intuito do curso, contou a Diretora de Avaliação e Certificação do IBES, e palestrante do segundo dia do evento, Vanice Costa: “Não existe qualidade sem padrão e a Acreditação é um meio para que se alcance a Segurança do Paciente, o processo e o resultado esperado”.

Elaine Batista, que trabalha em uma Clínica de Diagnóstico fez questão de mencionar este diferencial do Instituto: “O IBES apoia as instituições passo a passo para que, aos poucos, a gente chegue lá”. Constatação cuja fisioterapeuta, Natalia Simionato complementou: “É importante a abordagem de valorização do tratamento humanizado na qual o evento se baseia”.

A gerente de enfermagem, Helia Bastos, a qual estava em dúvida sobre tornar-se avaliadora comemorou após o evento: “Agora, eu tenho certeza que eu quero me tornar uma avaliadora do IBES” e justificou: “Esse curso realmente te ensina a ser um avaliador e te dá as ferramentas para tal”.

Já a avaliadora trainee do IBES, Gisele Ayres, a qual está realizando o curso pela segunda vez, explicou: “Depois da minha ida a campo, minha visão é outra sobre a Acreditação, por isso quis retomar os conceitos”. Aprimorar o conhecimento foi a mesma razão que motivou Marcia Blanski, administradora hospitalar, a participar: “Sou adepta da metodologia da qualidade desde 1990, uma vez que melhora a gestão e os indicadores da instituição. Gosto de me atualizar sobre as melhores práticas visando a Segurança do Paciente”.

Considerando o sistema de saúde brasileiro atual, o Diretor de Relacionamento Médico do IBES e palestrante do evento, dr. Rafael Munerato enfatiza a necessidade de medidas que promovem a qualidade e a segurança do paciente: “e a Acreditação é um excelente caminho para atingir ambos desafios, visto que reduz desperdícios, melhora a experiência do paciente e melhora o trabalho dos colaboradores”.

Ideia esta a qual a Diretora de Planejamento e Controle do IBES, Vivian Giudice, concluiu: “A carreira de avaliador é muito gratificante. Se o profissional é movido por propósito, ele está no lugar certo, pois, nesta posição, ele irá conseguir transformar o cuidado à saúde!”

 

Caso não tenha conseguido participar do evento, não se preocupe e fique ligado para a data do próximo Curso de Formação de Avaliadores IBES: que acontece em São Paulo nos dias 8 e 9 de Outubro! Inscreva-se em: http://www.ibes.med.br/cursos/xxix-curso-de-formacao-de-avaliadores-ibes-metodologia-sba-ona-sao-paulo-sp/ 

 

Quem pode participar?

Qualquer profissional da saúde que queira seguir a carreira de avaliador e profissionais que estão implementando a metodologia de Acreditação ONA em suas organizações (a fim de entender o que o avaliador busca nas visitas).

 

Quais os benefícios em se tornar avaliador?

  • Aumento do conhecimento
  • Sistemática de Educação
  • Entender o paciente como um parceiro
  • Aprendizado profissional
  • Tornar-se um agente de transformação em diversas instituições de saúde
  • Contato com inúmeras realidades do universo de saúde

 

Quais as características de um bom avaliador:

  • Postura ética
  • Postura educativa
  • Conhecimento sobre o processo de Qualidade e Metodologia a ser aplicada
  • Resiliência
  • Boa percepção
  • Boa assertividade
  • Olhar sistêmico
  • Perspicácia
  • Autoconfiança
  • Dedicação a busca de conhecimento

 

Saiba mais sobre Segurança do Paciente no vídeo do canal:



Deixe uma resposta