Projeto “Cuidado Farmacêutico no SUS” criará 15 novos polos de capacitação. Saiba como participar!

O Conselho Federal de Farmácia (CFF), está lançando a segunda etapa do Projeto “Cuidado Farmacêutico no SUS – Capacitação em Serviços”. Nesta fase, a proposta é criar 15 novos polos de capacitação em todo o país, o que representa a participação de pelo menos 600 farmacêuticos..

Cada polo deve ser formado por pelo menos 40 profissionais, que podem pertencer a um mesmo município ou a vários. Não são aceitas inscrições individuais conforme está disposto no regulamento. “É preciso, entre outros pré-requisitos, que haja um responsável técnico pelo grupo, sendo obrigatória, também, a anuência do secretário ou secretários de saúde (se forem vários municípios), bem como o compromisso destes de viabilizar a estrutura e o respaldo necessários à inserção dos serviços farmacêuticos na rotina das unidades de saúde”, explica o coordenador do projeto e conselheiro federal de Farmácia pelo estado do Paraná, Valmir de Santi.

 

QUERO ME INSCREVER NO II FÓRUM DE PRÁTICAS DE EXCELÊNCIA EM SEGURANÇA DO PACIENTE E II ENCONTRO DA GERAÇÃO DE EXCELÊNCIA

 

Após o término do curso, que dura oito meses, os farmacêuticos estão aptos a atuar de forma integrada às equipes de saúde ofertando serviços como acompanhamento a pacientes com hipertensão, diabetes, asma e doenças mentais. Os profissionais também estão sendo capacitados para a inserção da fitoterapia no arsenal terapêutico destinado aos usuários do SUS. Nos locais onde a prática integrativa já utilizada, eles reforçam o grupo responsável pela prescrição e acompanhamento do uso de fitoterápicos.

 

Leia também: Justiça proíbe farmacêuticos de realizar procedimentos dermatológicos estéticos

 

O Projeto Cuidado Farmacêutico no SUS

O Projeto visa fornecer os fundamentos para que os farmacêuticos conheçam, compreendam e apliquem o processo de raciocínio clínico, para aprimorar o cuidado farmacêutico no âmbito do Sistema Único de Saúde, e está dividido em três etapas:

• Etapa 1: Elaboração de indicadores e diagnóstico situacional por meio da assessoria do Grupo de Trabalho (GT) sobre Saúde Pública/CFF.
• Etapa 2: Início da formação presencial e acompanhamento do projeto pelo GT.
• Etapa 3: Avaliação de resultados e tutoria do projeto

O Projeto Cuidado Farmacêutico no SUS já começou a transformar o cenário nas unidades básicas de saúde dos municípios onde foi implantado. Seis estão com consultórios farmacêuticos estruturados e funcionando: Goiania- GO, Campo Grande-MS, Toledo-PR, Manaus-AM, Belo Horizonte-MG e Volta Redonda-RJ.

Confira o regulamento do Projeto de Cuidado Farmacêutico no SUS – capacitação em serviços, e como participar clicando aqui

Caso atenda aos pré-requisitos, preencha o FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO.

 

Já estão abertas as inscrições para o 2º Fórum Práticas de Excelência do IBES e 2º Encontro da Geração de Excelência.

 

Confira o Canal de Excelência em Saúde!

Os erros de medicação ocorrem com frequência em transições no cuidado e podem resultar em morbidade e mortalidade. A reconciliação de medicamentos é uma exigência de acreditação hospitalar reconhecida e destinada a limitar estes tipos de erros. Este estudo buscou identificar como os diferentes profissionais encaram este processo dentro de um hospital.

 

Participe do próximo Gerenciamento de Indicadores para a Excelência de Desempenho
Inscreva-se já!

 

Fonte: Conselho Federal de Farmácia