HCFMUSP libera 900 leitos contra o Coronavírus

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) realizará uma operação de guerra para liberar todos os 900 leitos do Instituto Central exclusivamente para atender casos relacionados ao Coronavírus. Para isso, os pacientes com outras doenças serão transferidos para os outros sete institutos do complexo. Até sexta-feira, serão 200 leitos de UTI para pacientes da COVID-19. De acordo com a necessidade e a chegada de equipamentos, a quantidade de UTIs poderá ser ampliada em pelo menos mais cem leitos. A operação foi acertada com o governador do Estado de São Paulo, João Doria, a Secretaria de Estado da Saúde e o Centro de Contingência do Coronavírus.

Com isso, o Hospital das Clínicas aumenta a capacidade e a qualidade do atendimento aos pacientes da pandemia, na maior operação já realizada na história da instituição. Ao mesmo tempo, os pacientes com outros problemas, como vítimas de AVC, infartes e câncer entre outras, ficarão mais protegidos do risco de contágio por ficarem em prédios sem os pacientes com a Covid-19. O mesmo ocorre com os profissionais de saúde que atenderão nos outros institutos.

Para isso, o HCFMUSP inicia, a partir de terça-feira, a transferência dos cerca de 400 pacientes que ainda ocupam leitos no Instituto Central para as outras unidades. Será um enorme esforço conjunto da instituição, que contará com a participação do Incor, Icesp, Inrad, IOT, IPq, ICr e Imrea. A partir da semana que vem o prédio do Instituto Central já deverá estar todo reservado aoCoronavírus.

Com isso o HCFMUSP aumenta sua capacidade para receber pacientes graves e moderadamente graves. Todos os pacientes deverão ser encaminhados pela Secretaria de Estado da Saúde. É preciso reforçar a orientação para que a população não procure diretamente o Hospital das Clínicas da FMUSP, uma unidade de alta complexidade. As pessoas devem procurar, em caso de necessidade, as unidades básicas de saúde próximas de suas casas. Em caso de necessidade elas serão encaminhadas para o HCFMUSP.

“O HCFMUSP está colocando em ação a maior operação de sua história. Estamos fazendo tudo para oferecer a maior quantidade de leitos possível à nossa população, ao mesmo tempo que buscamos preservar ao máximo a saúde de pacientes e colaboradores”, afirma Tarcisio Eloy de Pessoa Barros Filho, Diretor da Faculdade de Medicina da USP e presidente do Conselho Deliberativo do HCFMUSP.

Desde janeiro, o Hospital das Clínicas da FMUSP colocou em ação seu comitê de crise para se preparar para a chegada de pacientes graves que precisarem ser atendidos nas UTIs do hospital em decorrência do novo Coronavírus. Todas as ações estão sendo feitas para garantir o máximo de qualidade no atendimento da população no enfrentamento da pandemia

 

 Clique aqui para conhecer nova ala de UTI no HCFMUSP e assistir a coletiva de imprensa realizada na FMUSP – 23/03

Fonte: Medicina USP

Quer ter acesso ao portal Geração de Excelência por 7 dias grátis? Clique AQUI.



Deixe uma resposta