Nota Técnica atualiza critérios para doação e transplante de órgãos e tecidos oculares

Nota Técnica atualiza critérios para doação e transplante de órgãos e tecidos oculares

A COVID-19 não deixou de ser uma ameaça à saúde, principalmente para aqueles com maior risco de doença grave

Já está disponível para consulta a Nota Técnica (NT) 140/2023, emitida conjuntamente pelo Ministério da Saúde e pela Anvisa, sobre o gerenciamento do risco sanitário de Covid-19 nos procedimentos de doação e transplante de órgãos e tecidos oculares.

 

Os critérios técnicos foram atualizados de acordo com o cenário atual.

 

Leia mais: Sancionada a ‘Lei Tatiane’ que incentiva a doação de órgãos para transplantes em todo o país

 

O fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional da Covid-19, decretado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em maio, não significa que o vírus tenha deixado de ser uma ameaça à saúde, principalmente para aqueles com maior risco de desenvolver a forma grave da doença. O Sars-CoV-2 continua em circulação no país e no mundo.

 

Portanto, a importância das revisões periódicas, bem como o aprimoramento e o fortalecimento das ações no âmbito do Sistema Nacional de Transplantes e do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS).

 

 

 

Sobre a Nota Técnica

As condutas recomendadas na Nota Técnica 140/2023 estão embasadas nas melhores evidências operacionais e científicas disponíveis e poderão ser alteradas a partir de novas constatações.

 

Recomenda-se que estratégias adicionais sejam baseadas em informações epidemiológicas divulgadas pelas autoridades federais, estaduais, municipais ou do Distrito Federal.

 

Nota Técnica 140/2023 atualiza os critérios para doação e transplante de órgãos e tecidos oculares. Em momento oportuno, as recomendações para a doação e o transplante dos demais tecidos e células presentes na Nota Técnica 24/2022 serão atualizadas.

 

Acesse a Nota Técnica 140/2023.

 

Fonte da imagem: Freepik

 



Deixe um comentário