A Acreditação ACSA como gatilho de mudança organizacional: a visão dos profissionais

A Acreditação ACSA como gatilho de mudança organizacional: a visão dos profissionais

A Acreditação ACSA, na Espanha, foi amplamente percebida como positiva, promovendo mudança organizacional

A acreditação em saúde procura promover a mudança organizacional nas organizações de saúde a partir de uma abordagem que valoriza o nível de progresso alcançado através de um quadro de referência validado. Um artigo espanhol foi publicado para analisar o papel desempenhado pela Acreditação ACSA International através da experiência percebida pelos profissionais de saúde durante o processo de autoavaliação e avaliação externa, levando em consideração três dimensões de análise:

  1. foco no paciente,
  2. organização interna e liderança, e
  3. impacto nos aspectos clínicos dos cuidados de saúde.

 

Leia mais: Acreditação ACSA International 

 

A Acreditação da assistência à saúde trata de fomentar a mudança organizacional nos estabelecimentos a partir de uma abordagem que valoriza o nível de progresso através de um marco de referência validado.

O objetivo deste artigo foi analisar o papel desenvolvido pela acreditação a partir da experiência percebida pelos profissionais de saúde durante o processo de autoavaliação e avaliação externa, tendo em conta as 3 dimensões de análise.

 

 

Entrevistas semiestruturadas com informantes-chave das unidades de gestão clínica (UGC) do Sistema de Saúde Andaluz (Espanha). Participantes: Os informantes-chave em cada UGC foram o líder clínico, o chefe de enfermagem e dois profissionais de saúde (médicos e enfermeiros). Utilizou-se um protocolo de pesquisa qualitativa para a realização das entrevistas semiestruturadas (n=52 entrevistas) com médicos e enfermeiros, a fim de analisar sua experiência com o processo de acreditação.

A análise identificou 4 resultados principais relacionados com o processo de Acreditação ACSA percebidos pelos profissionais:

  • Uma conceituação de benchmarking do processo
  • Melhorias no atendimento centrado no paciente, na qualidade dos registros clínicos e na cultura organizacional das unidades
  • Melhoria da cultura de segurança do paciente
  • Como desfechos negativos, uma leve percepção de burocratização e padronização da prática clínica.

 

Conclusões

A iniciativa descrita do processo de acreditação na Andaluzia (Espanha) é amplamente percebida como positiva pelos profissionais de saúde, uma vez que promove a mudança organizacional, embora também tenha um leve efeito de burocratização ligeiramente negativo na prática clínica.

 

Fonte da imagem: Envato

Fonte: J.A. Carrasco-Peralta, M. Herrera-Usagreb, V. Reyes-Alcázara, A. Torres-Olivera. Healthcare accreditation as trigger of organisational change: The view of professionals. Journal of Healthcare Quality Research. Vol. 34. Issue 2. 2019.



Deixe um comentário