4 Fatores que impactam na efetividade de intervenções para diminuir infecções

Garantir a qualidade dos serviços assistenciais é desafiador, principalmente pela falta de estudos que compreendam verdadeiramente os fatores que impactam no sucesso destas medidas.

Estas pesquisas, geralmente, utilizam entrevistas, grupos focais e testes para identificar fatores facilitadores e barreiras para implementação de cada ação. Esta abordagem se mostrou ineficiente, pois não segue a realidade da instituição, gerando resultados incompletos e sucintos.

Assim, uma pesquisa publicada pelo BMJ Quality & Safety foi além das barreiras e facilitadores para entender os fatores que influenciam na implementação de intervenções:

  • Social: público alvo e capacidade;
  • Organizacional: estruturas e limitações da organização;
  • Econômico: receita e prioridades de investimentos;
  • Cultural: valores e princípios institucionais.

 

Confira também: O que são infecções de sítio cirúrgico e 7 maneiras de preveni-las

 

Todos estes fatores se referem ao contexto, entendido como “os componentes físicos e socioculturais que compõem o ambiente local e a interpretação destes fatores pelos profissionais de saúde e pacientes que podem afetar a efetividade e proporção das intervenções”.

O estudo foi capaz de capturar informações que, geralmente, ficam de fora das análises, mas são cruciais na realidade caótica das instituições de saúde:

  • Conhecimento prático (habilidades adquiridas por conta própria ou experiência profissional);
  • Redes informais (outras formas, além das tradicionais, de se garantir boas práticas).

 

É preciso se atualizar periodicamente para garantir a efetividade das medidas, uma vez que o contexto é algo:

  • Dinâmico;
  • Com vários níveis de interação;
  • Com fronteiras indefinidas.

 

Portanto, a abordagem frente ao impacto das interações deve seguir esse mesmo padrão e ser aberto, passível de mudança, envolver todos os setores da instituição, ir além da análise técnica, entender os fatores humanos e suas particularidades.

 

Cultura de Segurança do Paciente será um dos temas abordados no CURSO “Nível 3: Estratégias para alcançar a Excelência”, que ocorrerá no dia 19 de outubro em São Paulo/SP. INSCREVA-SE e garanta a sua vaga!

 


Confira mais sobre o tema no nosso canal no Youtube: Excelência em Saúde!

 

Referência:

Julia E. Szymczak. Beyond barriers and facilitators: the central role of practical knowledge and informal networks in implementing infection prevention interventions. BMJ Journals. 2018.



Deixe um comentário