Programa fiscaliza serviços de mamografia em todo país

fiscalização MamografiaO Programa Nacional de Qualidade em Mamografia (PNQM), gerenciado pelo Ministério da Saúde, está avaliando os serviços de mamografia em todo o país. A responsabilidade da análise do risco é do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS), que já verificou mais de 3 mil relatórios do programa de garantia de qualidade dos mamógrafos.

O objetivo do programa é assegurar a qualidade sanitária dos serviços de mamografia. O atual ciclo do programa, que iniciou em 2016 e vai até 2019, pretende verificar serviços e equipamentos de mamografia em todo o Brasil.

 

Leia também: Campanha Outubro Rosa – Ações Prioritárias

 

No ano passado foram estimados quase 58 mil novos casos de câncer de mama, doença degenerativa causada pela multiplicação de células anormais na mama. Esse tipo de câncer é o que mais mata mulheres no Brasil. Ainda que possa, raramente, aparecer em homens, esses representam apenas 1% dos casos. Em 2014 foram calculadas cerca de 14.622 mortes, por câncer de mama.

Tratamento precoce

O diagnóstico precoce ainda é o maior aliado para o tratamento eficaz do câncer de mama. Quando identificado cedo pode ser tratado, impedindo que o tumor alcance outros órgãos. Por isso, é importante sempre que possível fazer o autoexame, observando e tocando a mama para verificar possíveis alterações. Além do cuidado cotidiano, é orientado que mulheres entre 50 e 69 anos realizem o exame de mamografia a cada 2 anos.

O Outubro Rosa é um movimento que busca conscientizar e informar as mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce e prevenção do câncer de mama. Ocorre anualmente durante todo o mês de outubro, incentivando a realização do autoexame e mamografia.

 

Leia também: Células bioativas contra o câncer de mama são identificadas por professores brasileiros

Denúncias

Ao buscar um serviço de mamografia, é importante checar se o estabelecimento já foi inspecionado pela vigilância sanitária e se possui alvará ou licença sanitária válida. Caso verifique alguma irregularidade, as vigilâncias sanitárias (das prefeituras, dos governos dos estados ou da União) têm mecanismos para o acolhimento de denúncias referentes aos serviços de saúde. As denúncias também podem ser feitas por meio da Ouvidoria, no endereço:http://portal.anvisa.gov.br/ouvidoria.

 

“Esta notícia é reprodução exata da informação do site da ANVISA (Agência nacional de Vigilância Sanitária: www.anvisa.org.br). Não nos responsabilizamos pelo conteúdo da notícia.”