ANS incentiva ações para tratamento de câncer

O câncer é uma das doenças que mais preocupam e desafiam os sistemas de saúde do Brasil. Por isso, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), está tomando medidas  junto aos planos de saúde para prevenção e tratamento da doença.
Uma das ações é a cobertura mínima obrigatória dos planos de saúde, válida desde janeiro. Oito novos medicamentos orais foram incluídos, além de uma lista mínima de exames para PET-CT para o acompanhamento de tumores neuroendócrinos e a cirurgia laparoscópica para tratamento do câncer de ovário.
 
Leia também: 4 novos medicamentos para câncer são aprovados pela Anvisa!
 
A ANS estimula que os planos de saúde criem programas para prevenção de doenças (Promoprev), visto que o câncer necessita de cuidados preventivos.
Outra ação da ANS é o Projeto OncoRede. A iniciativa busca fornecer aos beneficiários dos planos de saúde um novo modelo de tratamento, propondo um conjunto de ações integradas para reorganizar, estimular a integração e aprimorar a prestação de serviços de atenção oncológica na rede de saúde suplementar.
 
Leia também: Tratamento para câncer com feixe de prótons é registrado pela Anvisa
 
“Na prática, o que a ANS busca é um sistema de saúde organizado e responsivo, com regras claras, profissionais capacitados e informação acessível. Os resultados que esperamos são um diagnóstico mais preciso da situação atual do cuidado oncológico, o estímulo à adoção de boas práticas na atenção hospitalar e melhorias nos indicadores de qualidade da atenção ao câncer nos planos de saúde”, explica Rodrigo Aguiar, diretor de Desenvolvimento Setorial da ANS.
Projeto busca modelo centrado no paciente
São 21 operadoras de planos de saúde e 21 prestadores de serviços envolvidos com o projeto, além da participação de 14 instituições parceiras. A qualidade do projeto é monitorado por indicadores e avalia itens como apoio multiprofissional na unidade de atendimento, o percentual de mulheres entre 50-69 anos que realizaram mamografia e o tempo médio entre o diagnóstico e o tratamento, entre outros.
O diretor da ANS, Rodrigo Aguiar, lembra que o projeto é centrado no paciente e com ações voltadas para mudanças de hábitos de vida e reorganização da rede assistencial.
Confira aqui a lista de operadoras, prestadores e instituições participantes do Projeto OncoRede. Veja mais informações sobre o projeto no site da ANS.
Para verificar a lista de procedimentos obrigatórios cobertos pelos planos de saúde, incluindo os procedimentos oncológicos, acesse aqui o Rol de Procedimentos da ANS.

Vamos relembrar mais um vídeo do Canal de Excelência em Saúde ?

No vídeo CEES #006 – Consentimento Informado com o Paciente no centro do cuidado, comenta o artigo publicado na Revista JAMA sobre a importância do consentimento informado com o paciente no centro do cuidado.

 
Participe do curso de II Curso de Atualização Técnico-Científica sobre o Manual ONA OPSS Versão 2018
Inscreva-se já!

 
Fonte: Agência Nacional de Saúde Suplementar



Deixe uma resposta