Ícone do site Grupo IBES

Projeto do Ministério da Saúde pretende capacitar profissionais em hospitais públicos

projeto segurança do paciente

O Projeto Colaborativo “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil” foi lançado pelo Ministério da Saúde e os Hospitais de Excelência. O objetivo é orientar os profissionais de saúde de 120 hospitais públicos quanto as melhores práticas para o cuidado da segurança do paciente nos hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS). O plano será construído por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS) em parceria com o Institute for Healthcare Improvement.

A meta é reduzir em 50% as infecções relacionadas à assistência à saúde no país, entre elas, infecção corrente sanguínea associada ao uso de Cateter Venoso Central (CVC); pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV); e a infecção do trato urinário (ITU).

 

Confira também

Como prevenir infecção na corrente sanguínea causada por cateter venoso central

Saiba quais são as 12 medidas para prevenção de pneumonia associada a ventilação mecânica?

Como prevenir a infecção do trato urinário associada a cateter vesical de demora?

 

A medida prevê também uma redução de R$ 1,2 bilhão de gastos com tempo de permanência do paciente nos leitos e com a utilização de insumos.

O Projeto Colaborativo “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil”, terá duração de três anos nos 120 hospitais que deverão ser selecionados pelo Ministério da Saúde. Essas unidades serão divididas em grupos coordenados pelos seis Hospitais de Excelência, são: Hospital Alemão Osvaldo Cruz (SP); Hospital Beneficência Portuguesa (SP); Hospital do Coração (SP); Hospital Israelita Albert Einstein (SP); Hospital Sírio Libanês (SP) e o Hospital Moinhos de Vento (RS).

Os Hospitais que desejarem participar do processo seletivo deve se cadastrar durante o período de 4 a 16 de setembro no Ministério da Saúde.

 

Leia Também:

Esclareça suas dúvidas com as Perguntas e Respostas sobre Nutrição Enteral

 

Sair da versão mobile