“Suicídio é um grave problema de saúde pública”, afirma OPAS/OMS

Durante o evento realizado em parceria com o Ministério da Saúde, Katia de Pinho Campos, coordenadora da Unidade de Determinantes da Saúde, Doenças Crônicas Não Transmissíveis e Saúde Mental da OPAS/OMS no Brasil, pontuou que o suicídio é um grave problema de saúde pública e que sua prevenção é uma prioridade para a OPAS/OMS.

 

QUERO ME INSCREVER NO II FÓRUM DE PRÁTICAS DE EXCELÊNCIA EM SEGURANÇA DO PACIENTE E II ENCONTRO DA GERAÇÃO DE EXCELÊNCIA

 

A cada 40 segundos, uma pessoa se suicida no mundo. Com base nesse e outros dados, “Coibir essas mortes evitáveis é tarefa de todos nós. São 800 mil suicídios por ano, dos quais 65 mil acontecem aqui na região das Américas”, disse Katia.

“É preciso agir de forma multisetorial para evitar essas mortes. Mas não conseguiremos fazer isso sem informações de qualidade. Há uma significativa subnotificação no mundo e isso ocorre por dois motivos. Primeiro, pela insuficiente capacidade dos sistemas de registro dos países de baixa e média renda. E, segundo, pelo estigma e criminalização, que levam as pessoas a manterem em segredo seus pensamentos suicidas e as famílias a esconderem quando ele de fato ocorre.”

 

Leia também: Ministério Público Federal solicita informações sobre Atenção Psicossocial ao Ministério da Saúde

 

Segundo Daniel Elia, consultor em saúde mental, álcool e outras drogas da OPAS/OMS no Brasil, é necessário identificar os métodos mais utilizados para consumar o suicídio e dificultar seu acesso indiscriminado à população. O profissional citou também algumas das recomendações do organismo internacional para a prevenção do suicídio, entre elas, uma cobertura responsável desses eventos por parte da imprensa.

De acordo com estudos realizados em diversos países, esse tipo de cobertura midiática pode gerar um efeito de contágio. A OMS tem identificado a atuação da mídia em relação aos suicídios como uma área estratégica para ajudar a prevenir tais atos.

 

Participe do II Fórum Práticas de Excelência para a Segurança do Paciente, nos dias 20 e 21 de julho em São Paulo! Vagas limitadas: www.foruminternacionalibes.com.br

Acompanhe junto às nossas mídias sociais mais informações sobre segurança do paciente!

  https://www.facebook.com/ibesaude/

 https://www.youtube.com/channel/excelênciaemsaúde

 @ibesinstituto

 

Confira o Canal de Excelência em Saúde!

Este estudo teve como objetivo analisar o risco de suicídio em relação aos padrões de consulta clínica, prescrição de drogas psicotrópicas e diagnósticos psiquiátricos na atenção primária.

 

Não perca a oportunidade de escutar especialistas da saúde no Curso Gerenciamento de Indicadores para a Excelência de Desempenho, em São Paulo.
Inscreva-se já!

 

Fonte: OPAS/OMS