Qual a maior dificuldade na hora de gerir processos na área da saúde? – Por Christian Hart

Processos emana uma visão horizontal enquanto departamento uma visão vertical e certamente aí mora a maior dificuldade de se estabelecer a verdadeira gestão por processos na área de saúde.

processosGestão por processos é um modelo de gestão que não depende, apenas, de uma decisão setorial, mas sim empresarial, para que toda a empresa entenda o desenho das suas atividades no formato de processos e não apenas no tradicional formato de organograma vertical.

A saúde é uma área do conhecimento extremamente departamentalizada, com uma visão vertical muito forte. Desde sempre os hospitais se desenharam de acordo com os departamentos da medicina, talvez pelo vínculo dos hospitais com a Universidade, outra estrutura altamente departamentalizada.

Processos emana uma visão horizontal enquanto departamento uma visão vertical e certamente aí mora a maior dificuldade de se estabelecer a verdadeira gestão por processos na área de saúde. Cada profissional em nosso meio de atuação tem uma atividade específica a ser desempenhada, e pouco sabe das atividades que não lhe cabem, mas que muitas vezes dependem de si.

Na lógica da gestão  por processos a visão sistêmica é ponto fundamental para os colaboradores. Muitas vezes um colaborador atende o seu cliente do início ao fim do consumo dos serviços. Claro que a provocação não tem o objetivo de tornar todos os profissionais generalistas, mas sim despertar a curiosidade sobre o quanto a real gestão por processos pode nos tornar mais seguros e principalmente competitivos.

 

As mais lidas
Quais os benefícios da Acreditação?
Lista de Verificação de Segurança Cirúrgica: o que eu tenho a ver com isso?
Indicadores de desempenho, epidemia ou miopia na gestão? – Por Christian Hart

 

É comum vermos hospitais mapeando “o processo Centro Cirúrgico”, mas a pergunta é: “Centro Cirúrgico é um processo ou um departamento”?

O processo a ser mapeado seria o atendimento cirúrgico que se inicia muitas vezes na indicação do procedimento em nível ambulatorial e se encerra na alta hospitalar ou ainda no seguimento deste paciente. A dificuldade de entendimento está justamente aí, este processo passa por diversas gestões e gestores diferentes e esse alinhamento ainda que em nível conceitual é na grande maioria das vezes o principal vilão da gestão por processos.

Para saber mais quais ferramentas utilizar e como mapear processos na área da saúde participe do curso de Mapeamento e Gerenciamento de Processos que ocorrerá em São Paulo no dia 03 de Julho. Confira os descontos especiais e inscreva-se pelo link http://bit.ly/2rgMA5U

 

ChristianCHRISTIAN HART FERREIRA

Administrador de empresas, MBA em Gestão Hospitalar e de Sistemas de Saúde, Avaliador líder em processos de certificação nacional e internacional. Atuou como Supervisor de Suprimentos, Assessor da Qualidade e Diretor Administrativo de Hospital de grande porte. Atualmente é Diretor de Projetos e Novos Negócios do IBES – Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde.