Outubro Rosa: câncer de mama é a segunda causa de mortes em mulheres

No mês de outubro, relembramos a importância da conscientização sobre diagnóstico precoce e prevenção ao Câncer de Mama!

  • O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres;
  • O câncer de mama é a segunda causa de mortes em mulheres.

 

O cenário por si só já justifica a iniciativa do movimento! Conheça no texto os sintomas, fatores de risco e tratamento da doença:

 

SINAIS E SINTOMAS MAIS COMUNS:

  • Nódulo nas mamas
  • Dor nas axilas ou peito que se mantém ao longo do ciclo menstrual;
  • Furos ou vermelhidão no peito;
  • Irritação ao redor ou no mamilo;
  • Secreção do mamilo, possivelmente contendo sangue;
  • Um mamilo afundado ou invertido;
  • Uma mudança no tamanho ou formato do peito;
  • Descamação da pele do peito ou mamilo.

 

FATORES DE RISCO MAIS COMUNS:

  • Idade: os riscos aumentam com a idade;
  • Genética: se algum parente próximo teve, você tem maior risco de contrair;
  • Histórico de câncer de mama ou nódulos mamários;
  • Tecido mamário denso;
  • Exposição ao estrogênio ou amamentação;
  • Peso: mulheres acima do peso ou obesas têm maior risco;
  • Consumo de álcool;
  • Exposição à radiação;
  • Tratamentos com hormônios.

 

Saiba mais em: Câncer de mama é a 2ª causa de morte entre mulheres nas Américas

 

TRATAMENTOS:

  • Cirurgia;
  • Radioterapia;
  • Quimioterapia.

 

A melhor forma de prevenção é a conscientização e disseminação dos conceitos que envolvem esta doença. É necessário que as mulheres entendam a necessidade da checagem. Quanto mais cedo for feito o diagnóstico, maior a chance de cura! Por essa razão é fundamental realizar exames periódicos acompanhados da avaliação de seu ginecologista!

 

Participe do CURSO “Nível 3: Estratégias para alcançar a Excelência”, que ocorrerá no dia 19 de outubro em São Paulo/SP. INSCREVA-SE e garanta a sua vaga!


No vídeo, Aléxia Costa aborda um tema que gera muita dúvida: o que fazer para que o médico esteja engajado na gestão da qualidade!

 

Referência:

Christian Nordqvist. What you need to know about breast cancer. Medical News Today. Novembro de 2017.



Deixe uma resposta